Cinebistrot

Cinema e Gastronomia

We bless you, Martin 26 de fevereiro de 2007

Filed under: Uncategorized — cineabolin @ 13:09
Todo mundo sabe que o Oscar é injusto. E Scorsese nunca ter levado para casa uma estatueta de melhor diretor é uma das grandes injustiças do Oscar. Seria muito chato ver Scorsese perder mais uma vez a estatueta de melhor diretor. Um autêntico cineasta dos anos 70 que, ainda hoje, demonstra um interesse inequívoco por personagens à margem da Sociedade. Dessa vez, Scorsese fez por merecer, e leva um Oscar para casa.

Finalmente deixando de lado os épicos pretensiosos caçadores de Oscar, Scorsese volta ao que sabe fazer melhor. “Os Infiltrados” marca o retorno do conceituado cineasta ao subúrbio, aos gangsters, à violência e ao caos urbano, num projeto mais despretensioso que os dois anteriores (o virtuoso “Gangues de Nova Iorque” e o razoável mas excessivo “O Aviador”)

Filmes de máfia pertencem ao tio Marty. E ai de quem ousar se aventurar no estilo.

Anúncios
 

Blowing a raspberry 25 de fevereiro de 2007

Filed under: Gastronomia e Cinema,Receitas — cineabolin @ 23:11
A cada ano, o Framboesa de Ouro ganha importância. A premiação, criada pelo jornalista e escritor John Wilson em 1980 e mantida pela Academia Golden Raspberry (formada por cerca de 500 críticos, fãs e jornalistas de cinema) traz a irreverência e a descontração à indústria de cinema americano ao destacar os piores filmes feitos a cada temporada. Mas, apesar da reputada credibilidade internacional, é praticamente conhecida apenas pelos cinéfilos brasileiros.

Esse ano Sharon Stone levou duas das indesejadas estatuetas, de pior filme com instinto selvagem 2 e de pior atriz pelo mesmo filme. O Prêmio de pior ator ficou para Marlon Wayans. Outros premiados foram a atriz Carmen Electra o filme Little Man entre outros.
CROSTATA DE FRAMBOESA

• 3 gemas de ovo peneiradas
• 1 pitada de fermento em pó
• 1 pitada de sal
• 160 g de manteiga sem sal
• ½ xícara (chá) de açúcar
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo

• 1 colher (sobremesa) de amido de milho (maisena)
• 1 xícara (chá) de açúcar
• 500 g de framboesas congeladas

Massa: amasse todos os ingredientes com a ponta dos dedos até obter uma mistura homogênea. Cubra com filme plástico e deixe decansar por 30 minutos. Abra a massa com cilindro e coloque sobre o fundo e as laterais de duas fôrmas de aro removível. Separe parte da massa para a cobertura.
Recheio: em uma panela, leve ao fogo o açúcar e a framboesa. Assim que começar a ferver, deixe por 5 minutos. Acrescente a maisena dissolvida em 1/2 xícara (chá) de água e deixe por mais 5 minutos, até engrossar. Retire do fogo e deixe esfriar. Montagem: coloque o recheio já frio sobre a massa e cubra com tiras de massa. Leve ao forno por aproximadamente 40 minutos. Retire do forno e polvilhe açúcar de confeiteiro nas tiras.
 

São Paulo Vazia… 23 de fevereiro de 2007

Filed under: Uncategorized — cineabolin @ 12:42
Não é de hoje que os veículos de imprensa tentam salvar os indivíduos que odeiam carnaval, têm pavor de samba e gostariam que todos os blocos da comemoração em questão pegassem fogo. Mas finalmente acabou! Mas durante a Festa São Paulo ficou Vazia. Adoro São Paulo vazia!

Cidade silenciosa, limpa, sem trânsito, quase tudo funcionando normalmente – restaurantes, locadoras, shoppings, supermercados e todos os outros locais de primeira necessidade.
Nossa cidade é bonita. É sim. Mas só sabe o quanto quem fica por aqui nos feriados. Perfeito. É um privilégio estar numa São Paulo vazia. Não sei se vou assistir um filme no cinema, um DVD, passear num parque… Ah, são tantas opções! Morram de inveja os que estão atormentados pela Banda Calipso!
 

Izzie bakes muffins 14 de fevereiro de 2007

Filed under: Gastronomia e Cinema,Receitas — cineabolin @ 20:13
Na série médica Grey’s anathomy, a Doutora Izzie Stevens se apaixona pelo paciente Denny Duquette, os dois vivem um breve romance enquanto ele espera por um coração. Após o transplante, uma fatalidade ocorre e Denny vem a falecer no dia em que pede Izzie em casamento.
Dra Izzie, além de perder o emprego por ter sido autora de um esquema que facilitou o transplante de Denny, tem que lidar com a dor da perda no noivo. Então Izzie, com tempo livre de sobra começa a cozinhar. Assa Muffins o dia todo, centenas de muffins…

Muffins de Maçã com Canela

• 1 pitada de sal
• 1 colher (chá) de canela em pó
• 2 colheres (chá) de fermento em pó
• ½ xícara (chá) de açúcar mascavo
• 1½ xícara (chá) de farinha preparada
• 1 maçã descascada e cortada em cubos pequenos
• ⅓ xícara (chá) de leite ou suco de maçã
• 2 ovos batidos
• ¼ xícara (chá) de margarina derretida

Numa tigela misture a farinha, o açúcar mascavo, o fermento, a canela e o sal. Adicione a margarina derretida, os ovos, o leite e bata bem por alguns minutos. Misture então a maçã em cubinhos. Coloque a massa em forminhas para muffins ou em forminhas de empadas e asse em forno médio pré-aquecido até que passem pelo teste do palito.

 

Mundo fantástico de Willy Wonka 8 de fevereiro de 2007

Filed under: Gastronomia e Cinema,Receitas — cineabolin @ 17:47
No mundo fantástico de Willy Wonka (exageradamente freak como um Michael Jackson da vida) as crianças “estragadas” não têm vez. A Fantástica Fábrica de Chocolate é uma deliciosa fábula infantil capaz de encantar aos adultos da mesma forma que fascina os pequenos. Tim Burton consegue torná-la atrativa e divertida, mais uma vez, provando ser um cineasta que entende como ninguém como tornar concreta uma fábula como esta.

TORTA DE CHOCOLATE

PARA A MASSA
1kg de farinha especial
400 g de manteiga dura
150 g de açúcar
1 pitada de sal
300 ml de leite em temperatura ambiente
Manteiga para untar a fôrma

PARA O RECHEIO

300g de chocolate amargo picado
300g de creme de leite

Pré-aqueça o forno a 160ºC; • Em um recipiente, junte a manteiga, a farinha, o açúcar e o sal e misture bem até obter a consistência de uma farofa grossa; • Faça um buraco no centro da farofa e acrescente o leite de uma vez só; • Misture delicadamente com as pontas dos dedos até a farofa ficar com uma consistência homogênea e mais grossa; • Cubra-a e leve à geladeira por 2 horas para descansar; • Pegue um pouco de farinha para ajudar a abrir a massa, primeiramente com as palmas das mãos, em seguida com um rolo; • Forre com ela o fundo e as bordas de uma fôrma redonda, untada com manteiga; • Fure o fundo da massa com um garfo para que não estufe; • Após furá-la na fôrma, preencha-a com qualquer cereal seco que estiver ao seu alcance (feijão, arroz, etc); • Coloque no forno pré-aquecido por cerca de 20 a 30 minutos (até a borda da massa ficar levemente dourada); • Resfrie a massa e então retire o cereal.
Prepare o recheio assim: • Aqueça o chocolate com o creme de leite em banho maria até obter uma mistura cremosa; (se o creme de leite for de lata, a dica é acrescentar uma colher de amido de milho e um pouco de leite); • Aguarde resfriar. • • Prepare a montagem da torta assim: • Coloque o recheio dentro da massa (ambos resfriados); • Deixe resfriar por mais alguns minutos; • Coloque a torta na geladeira até o chocolate se solidificar.

Receita o Olivier Anquier

 

Original bistrô francês 1 de fevereiro de 2007

Filed under: Gastronomia e Cinema,Receitas — cineabolin @ 23:08
Há quem diga que os franceses são mal humorados, irritadiços e pretensiosos, mas como sabem cozinhar… um clássico da culinária francesa e que incorpora o que há de mais desejados pelos franceses do leste em termos de ingredientes: a manteiga, o creme de leite e o toucinho de porco.

A quiche tem um papel importante na alimentação dos franceses seja na culinária do dia a dia seja em eventos festivos.

Ingredientes
• 1 kg de farinha especial
• 400 g de manteiga
• 1/2 colher (chá) de sal
• 300 ml de leite
• Manteiga (para untar a fôrma)

Recheio
• 2 ovos• 75 ml de creme de leite
• 1/2 colher (chá) de noz moscada em pó
• 50 g de queijo emmental ralado
• 50 g de queijo provolone ralado
• 400 g de bacon

Misture em um recipiente a farinha, a manteiga e o sal, até formar uma espécie de farofa grossa; Adicione o leite aos poucos e amasse com a ponta dos dedos, até obter uma massa homogênea. Cubra-a e leve à geladeira por 20 minutos;
Abra a massa com rolo e forre com ela o fundo e as bordas de uma fôrma redonda, untada com manteiga. Fure o fundo da massa com um garfo, para que não estufe.

Recheio:
Corte o bacon em cubos pequenos, salteie-os em uma frigideira e reserve; Em um recipiente, misture os ovos, o creme de leite e a noz-moscada; Adicione os queijos e o bacon e misture bem; Coloque o recheio sobre a massa e leve-a ao forno pré-aquecido a 170ºC, por aproximadamente 40 minutos.

Receita do Olivier Anquier